terça-feira, 22 de julho de 2008

Poema para evocar superpoderes

A inveja e a falsidade
arranco pela raiz
O contrário da verdade
É o oposto de quem diz
Se querer é poder
Realizar é Revelar
O clarão que querem esconder
Portanto o quanto antes essa força represada
Vai varrer varrer varrer os farsantes da sacada

Um comentário: