sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Pensar enlouquece Não pensar enfraquece

Os cinco sentidos serão blindados
Vendido é o fruto de vosso ventre

Você vai dançar na fronteira certeira
Entre a lei e a não lei a lei antilei
O primeiro astronauta a pisar em solo lunar
Voltou para a Terra foi morar nas montanhas
No espaço escuro sentiu-se feito mosca na teia à mercê das aranhas

3 comentários:

Jenner disse...

aqueles que olham e não entendem
o gigante com furia nos olhos de doceria
a boca cospe palavras que vibram as paredes, se me entendes ?
se é que podes entender...

o que faria então para conter o tremulo ser que em resposta agride?

ah.. sao sempre as palavras, veiculos de tensão e da ofensa capaz de vencer a armadura

quem sou eu se nao o seu amigo vulneravel que se destempera tao rapido qto se arrepende
aquele que tendo nascido na poesia
foi brutalizado na ignorancia

é
quem mais pode entender a solidao de um poeta senao outro ?

um pedido desculpas
um abraço
e parabéns pelo seu blog

j

andróide disse...

atrás da luz que liberta
...
..
.

Lucky Luciano disse...

He,he,he...Não há dúvidas que você é um grande amigo e poeta de sonoridades,timbres e convicções...Música & Atitude sempre!!
Valeu Jenner!!